Processo seletivo: dicas para você se sair bem

processo seletivo dicas
Curta e compartilhe nosso conteúdo

Processo seletivo: dicas para você se sair bem

Os programas de trainee são uma boa oportunidade para o jovem que acabou de terminar a sua graduação e que quer iniciar a carreira.

Nesse tipo de processo seletivo, é possível adquirir prática, melhorar o currículo e até se fixar no quadro de funcionários de uma grande empresa.

Tudo isso, com um salário atrativo para alguém que acabou de sair da universidade. Como a oportunidade é boa, a concorrência também é grande e para que o interessado possa ter sucesso na seleção, é importante ficar atento a vários pontos específicos.

O primeiro passo para conquistar uma vaga em um trainee é a preparação do candidato. A seleção deste tipo de programa é bastante criteriosa e concorrida.

Milhares de candidatos disputam algumas vagas e apenas aqueles que se encaixam com o perfil da empresa chegam até a entrevista final.

Diferenciais que somam na seleção para trainee

Formação acadêmica, notas e local no qual fez a graduação

Não perca tempo se candidatando a vagas que não englobam a sua formação acadêmica. Durante o processo seletivo, o local no qual você estudou e suas notas são diferenciais, mas não determinantes para a aprovação. Um candidato vindo de uma universidade renomada e com ótimas notas certamente chamará a atenção da banca avaliadora, mas isso não definirá a classificação no processo. Por isso, capriche na pesquisa e escolha uma empresa que tenha um perfil semelhante ao seu.

Estágio, organizações estudantis e experiência em outro país

Quem pretende concorrer a uma vaga de trainee deve se dedicar a diferentes experiências durante a graduação. Seja um estágio ou o trabalho em uma organização estudantil, esse tipo de experiência e de interesse pelo aprendizado é muito valorizado pelas empresas. Isso acontece por que quem já praticou o que aprendeu em sala de aula, consegue ter uma visão mais real e completa de todo o processo de uma empresa, se tornando um candidato mais adequado à vaga.O mesmo vale para quem passar um tmepo fora do país. A bagagem de aprendizado trazida pelo acadêmico é muito valorizada no processo seletivo.

Outro idioma e cursos de qualificação

Saber o português correto é básico e um outro idioma é importante. Ser fluente ou ter pelo menos noções avançadas de inglês e/ou espanhol pode ser essencial se a empresa está em busca de profissionais com este conhecimento.  O mesmo vale para cursos de qualificação e participação em congressos de sua área de atuação. Estes são pontos muito valorizados em um profissional.

A empresa deve ser estudada

Ficar atento ao currículo é importante, mas a entrevista é eliminatória e, por isso, você precisa se sair bem nela. Tentar demonstrar ser quem não é, não é a melhor escolha. Pode até parecer que você está encenando e isso acabar o eliminando da seleção. Por isso, seja você mesmo, mas prepare-se para a entrevista. Estude a empresa, saiba quais os valores e objetivos dela para que consiga ter melhor desempenho durante este processo. Lembre de valorizar em suas respostas o que você tem para oferecer que mais se adequa ao que a empresa procura.

É isso mesmo que você quer?

Ao estudar a empresa e as possibilidades, você também saberá como será a vida de trabalho como trainee nela. Nesse momento é importante pensar: é este o lugar em que quero trabalhar? A maior parte dos valores da empresa é semelhante com os meus? Será que serei feliz nesse lugar? Responder sim a essas perguntas ajudará no seu bom desempenho, pois quando é realmente aquilo que você quer, até ter um melhor resultado na entrevista se torna mais fácil. Afinal, você compartilha dos anseios e valores da empresa, isso facilita se tornar o trainee ideal para ela.


Curta e compartilhe nosso conteúdo

Leave a Comment