Nenhum produto no carrinho.

Mulheres no topo: o mercado acorda para os benefícios da diversidade e inclusão nos negócios

O mercado aposta em ações como os Programas de Trainee com vagas exclusivas para mulheres.

A presença das mulheres no mercado de trabalho é uma discussão que já vem de longe. Por séculos a mulher foi vista como cuidadora do lar, enquanto o homem que deveria trabalhar para o sustento da família. Contudo, esse panorama começou a mudar por conta de diversos contextos como o advento da industrialização e das guerras.

Mesmo que estejam presentes em grande número no mercado de trabalho, ainda não se conseguiu alcançar a equidade de gênero, seja nos cargos ou salários. O caminho é longo, mas já vemos ações voltadas para este sentido.

Para que as mudanças sejam efetivas, é preciso que as empresas se convençam de que necessitam ter um maior número de mulheres não somente em seu quadro de funcionários, mas em cargos de gerência e diretoria e a partir dessa consciência traçar uma estratégia para que essas transições sejam implementadas.

Neste sentido, a recomendação é que os processos de seleção não apenas devem ser igualitários, como também devem ter preferência por mulheres caso elas tenham as mesmas habilidades e formações de candidatos homens que também estejam concorrendo à mesma vaga. Isso não seria uma cota, já que as qualificações devem ser avaliadas entre os dois gêneros.

Para que isso ocorra, a empresa precisa comunicar e deixar claro seus valores e comportamentos desejáveis tanto para seu público interno quanto externo. Isto é, a instituição precisa ter essa estratégia consolidada para seus colaboradores e para aqueles que almejam entrar para o time.

Mulheres e cargos de liderança

Dispor programas que apoiem responsabilidades sociais e ter uma liderança comprometida com a diversidade e igualdade de gênero são, certamente, algumas das principais medidas para que talentos femininos cheguem a cargos de liderança das empresas.

De acordo com um estudo realizado pelo ZRG Brasil, que é uma empresa global de Executive Search e consultoria em lideranças, a tendência é que em 2021 o mercado esteja mais aberto às mulheres.

Os dados colhidos apontam o aumento de 50% na participação de mulheres nos conselhos de administração, o que é uma constatação de que há a intenção de ampliar o número de mulheres em cargos de diretoria.

Ainda que a ocupação das mulheres em cargos de liderança tenha aumentado, os salários ainda são menores quando comparado com os de homens.
Ainda que a ocupação das mulheres em cargos de liderança tenha aumentado, os salários ainda são menores quando comparado com os de homens.

Uma pesquisa do International Business Report de Grant Thornton revelou que as mulheres ocupam 34% dos cargos de liderança sênior nas empresas brasileiras. Este número revela que nosso país está acima da média global. Contudo, apesar disso, o ponto negativo é que os salários são menores.

A empresa de recrutamento online, Catho, fez um levantamento que constatou que as mulheres que estão em cargos como gerentes e diretoras ganham cerca de 23% a menos que os homens. O estudo apontou ainda que a remuneração também é desigual em todos os níveis de escolaridade.

Mulheres que têm maior grau de escolarização, como pós-graduação, MBA ou mestrado, chegam a ganhar até 47% menos em relação aos homens.

Cases que inspiram: Programas de Trainee com vagas especialmente para mulheres

A Gerdau, que é a maior produtora de aço do Brasil, possui um Programa de Trainee focado na seleção somente de mulheres, o G.Futute.

Esses tipos de ações são importantes para corrigir distorções frequentes nos processos de seleção e tornar o ambiente mais inclusivo e igualitário, em especial em mercados reconhecidamente masculinos.

Áreas como indústria e tecnologia são as que a presença de mulheres ainda é bastante reduzida.
Áreas como indústria e tecnologia são as que a presença de mulheres ainda é bastante reduzida.

O Programa da Gerdau tem por objetivo principal reverter a escassez de mulheres nas indústrias. Grandes companhias já apostam em ações que dão suporte à presença das mulheres no mercado de trabalho, como licenças maternidade e paternidade estendidas, salas de aleitamento, flexibilidade de horário e equiparação de vagas para homens em mulheres tanto para programas de estágio quanto trainee.

A equipe de recrutamento da Gerdau notou que a maioria dos aprovados do Programa de Trainee eram homens. Assim, para garantir 50% de vagas para mulheres, a empresa reabriu a seletiva para o público interno e externo com vagas exclusivas para mulheres.

Menos de 20% dos formandos de engenharia das instituições de ensino do Brasil são mulheres. Desse modo, já há uma escassez de engenharias que ainda é pautada em um estereótipo de que essa é uma área que não é para elas. Por isso, seleções que colocam mulheres no centro são o início para a mudança desse panorama.

Para debater mais sobre o tema, fizemos uma live com o tema Girl Boss, para comemorar o Dia Internacional da Mulher. Confira no link abaixo:

Relacionados Posts

Próximo Post

Discutindo sobre isso post

Bem vindo de volta!

Entre em sua conta abaixo

Criar nova conta

Preencha o formulário abaixo para se cadastrar.

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Adicionar nova lista de reprodução