Empresas querem profissionais que têm orgulho de quem são

Programação da Seja Trainee mostra que a diversidade é um tema chave para entender o mercado atual e aumentar as chances de aprovação.

A Seja Trainee vai realizar as simulações de Dinâmica de Grupo Online da Cursoria, nesta semana, com foco no tema diversidade. Essa é uma maneira que encontramos de promover discussões e reflexões aqui dentro e  com o nosso público sobre o assunto. As inscrições da Cursoria são abertas a cada dois meses neste link e você pode conferir mais sobre esse tema no desafio da aprovação, que acontece hoje, 28, no dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+.

O dia 28 de junho é o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+ e muitas empresas utilizam todo o mês para se posicionar a favor do respeito a essa população. Ainda temos muito o que evoluir na luta contra preconceitos, mas já trilhamos um bom caminho. Prova disso são os diversos programas de trainees que aconteceram nos anos mais recentes e que têm a diversidade como um dos seus pilares mais fortes e buscam profissionais que têm orgulho de quem são.

O mês de junho tem esse tema porque em 1969, na cidade de Nova York, ocorreu uma das mais importantes rebeliões civis da história, a Revolta de Stonewall. 

Naquela ocasião, membros da comunidade LGBTQIA+, liderados por transexuais negras, enfrentaram a força policial da cidade.

Desde então, a data tem como principal intuito conscientizar sobre a importância do combate ao preconceito para a construção de uma sociedade livre e justa, independente da orientação sexual e identidade de gênero.

Profissionais que têm orgulho de quem são passam autoconhecimento

Sempre falamos em nossos conteúdos sobre este tópico importante. O autoconhecimento é a busca pelo alinhamento da vida profissional com os ideais, metas e objetivos pessoais e esta característica é necessária porque que permite a construção de uma carreira sob aspectos que façam sentido.

Na prática, uma empresa que tem entre os seu valores a diversidade, irá avaliar positivamente o fato de um candidato demonstrar estar à vontade sobre sua sexualidade.

Da mesma forma, um candidato que é LGBTQIA+ irá se sentir mais confortável e produtivo trabalhando em um ambiente que preza pelo respeito entre todos e que trata o tema diversidade com abertura e leveza.

O fit cultural entre candidato e empresa trata de alinhamento de valores. E na busca por equipes cada vez mais diversas, as empresas podem se beneficiar com um profissional que vive a pauta que a companhia trabalha.

Por esses motivos, recomendamos que candidatos mantenham suas personalidades e sejam quem são, claro, sem perder o profissionalismo. Além de passar mais verdade na hora de uma entrevista, esse tipo de atitude ajuda a quebrar estigmas que ainda existem no mercado.

A população LGBTQIA+ e o mercado de trabalho

Diversidade tem sido a pauta de diversos Programas de Trainee e Estágio, que buscam compor um quadro de colaboradores sem distinção de raça, gênero, orientação sexual, etc.

Contudo, ainda estamos longe de extinguir o preconceito aos LGBTQIA+ no mercado de trabalho. A revista Carta Capital publicou uma matéria com diversos levantamentos acerca do tema.

Dentre eles, destaca-se um estudo da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio), que foi publicado ano passado, e apontou que metade dos LGBTs esconde a sexualidade no ambiente de trabalho por medo de represálias. Os dados também mostraram que 35% daqueles que decidiram se assumir homossexuais já sofreram algum tipo de discriminação velada ou direta.

Outra pesquisa feita realizada Associação Nacional de Travestis e Transsexuais, a Antra revelou que 90% das mulheres trans hoje se encontram na prostituição por falta de oportunidade de trabalho

Ainda que já se consiga ver algum tipo de avanço em relação ao combate ao preconceito, esses números mostram que muito ainda precisa ser feito para colocar em prática a diversidade LGBTQIA+ nas empresas. Por isso, é importante trazer à luz esse tema para encontrar soluções realmente eficientes.

Pesquisa busca mapear perfil da população LGBTQIA+

Um estudo  da consultoria americana McKinsey, por exemplo, mostra que empresas que se preocupam com a diversidade de gênero são 21% mais lucrativas.

Pensando por esta perspectiva, a Pesquisa Mais Diversidade, em parceria com o Estadão, tem como foco mapear o perfil mais atual da população LGBTQIA+ brasileira para que, com o surgimento de novas informações, seja possível a construção de uma sociedade mais inclusiva para todas as pessoas.

Se você quiser colaborar, a participação é confidencial e voluntária e, sob nenhuma hipótese, os dados dos participantes vão ser analisados de maneira individual.

A Consultoria Mais Diversidade todo ano realiza também a Feira Diversa. Evento que conecta jovens LGBTQIA+ a empresas que possuem a pauta da diversidade agregada à sua cultura organizacional. A edição deste ano aconteceu no dia 31 de maio e foi até o dia 4 de junho reuniu 26 patrocinadores e mais de 70 apoiadores no geral.

Nos posicionamos pela diversidade!

Nós da Seja Trainee apoiamos iniciativas que buscam a inclusão e a diversidade no mercado de trabalho e acreditamos que o respeito aos profissionais que têm orgulho que quem são.

Participe de nossas atividades como o Desafio da Aprovação, pois além de preparação para uma vaga, preparamos os candidatos para encarar os desafios de um novo mercado que apoia profissionais que têm orgulho de quem são.

DESAFIO DA APROVAÇÃO

 

 

Relacionados Posts

Próximo Post

Discutindo sobre isso post

Bem vindo de volta!

Entre em sua conta abaixo

Criar nova conta

Preencha o formulário abaixo para se cadastrar.

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Adicionar nova lista de reprodução