Nenhum produto no carrinho.

Currículo nota 10: Dicas para um currículo de impacto na aprovação!

A Master Coach de Carreira Taís Albuquerque falou sobre como construir um currículo que vai fazer toda a diferença nos processos seletivos.

A primeira etapa dos processos seletivos é a inscrição com os dados do currículo. Quer aprender como ter um currículo atrativo e passar direto na primeira fase dos Programas de Trainee? Fique com a gente até o final do texto!

Já aconteceu com você de fazer a inscrição para uma vaga e achar que ela tem seu perfil, mas não passar nem para a próxima fase? Muito provavelmente você pode ter deixado de colocar as informações essenciais para seu currículo ser selecionado.

Por isso, hoje vamos trazer para vocês todos os detalhes importantes para que seu currículo seja mais atrativo e você conquiste sua aprovação. Separamos em 10 dicas, sendo elas o que pode fazer e o que não fazer, assim vai ficar fácil você fazer um currículo nota 10!

1. Dados pessoais

Neste campo você coloca suas informações pessoais, nome completo, endereço, e-mail e telefone de contato. Sim, é só isso.

O que não fazer mais: Não precisa colocar mais estado civil, gênero, se tem filhos ou não, isso ficou para trás.

2. Disponibilidade de mudança de cidade ou estado

Insira essa informação logo no início, afinal a empresa já precisa saber se você pode ou não mudar de região. 

O que não fazer mais: Não coloque um endereço “falso”, ou seja, colocar um endereço no qual você não mora, apenas para a empresa acreditar. Por isso, não se preocupe se você mora em outro estado e a vaga é para outra capital, afinal as empresas para vagas de trainee não tem esse critério, de você ser ou não da mesma região da empresa.

3. Objetivo

Cargo e área pretendida. Este campo é bem simples, coloque trainee e a área que você pretende atuar, mas caso seja para uma vaga que você não sabe ao certo a área, pois é um programa mais aberto, fique tranquilo (a), coloque apenas o objetivo geral que é ser trainee.

O que não fazer: deixar vários cargos ou áreas, foque apenas em um área e vaga. Se seu objetivo é ser trainee, bora focar nisso. A área é importante, pois quando se tem foco, é mais fácil você passar na primeira etapa. Exemplo: não quero atuar no financeiro e sim em áreas como marketing ou vendas. 

4. Resumo profissional

Aqui é a grande virada de chave nos novos currículos, fazer um resumo profissional, mas como? Em 3 ou no máximo 4 linhas escreva um texto na primeira pessoa, trazendo dois ou três resultados de grande destaque na sua trajetória profissional. Exemplo: sou formado em X curso, com x anos de experiência na área X com foco X (esse foco é onde você tem maior habilidade e para onde você for, isso será sua maior força), com resultado X no trabalho X. 

O que não fazer: nada de falar das suas habilidades de forma direta e sim deixe seus resultados falarem sobre você. Exemplo: Sou muito organizado (a), focado (a) e gosto de desafios. Que tal colocar um resultado que mostre que sua organização e foco, trouxe um desafio com resultado disso? Exemplo: criação de uma planilha para controlar os gastos, com redução de custo em 25% e otimização do tempo, com uma meta de trinta dias, mas feita em 8 dias. 

Viu como você falou das suas habilidades, mas sem se exibir? Bacana né, é isso que as empresas querem e é assim que você fará.

5. Formação acadêmica

Simples. É o nome do seu curso de Graduação – Nome da Escola ou Faculdade (Conclusão: Mês/Ano). Se tiver mais de um curso, coloque sempre do mais recente para o mais antigo.

O que não fazer: jamais se tiver ensino superior coloque ensino médio, isso já passou, ou um curso técnico, pois o ensino superior já é mais “forte” em conhecimento que os anteriores, mesmo se a escola era de grande valor e etc. Bola pra frente e não ande para traz.

6. Experiência profissional

No campo destinado às experiências profissionais não muda muito do que já sabemos. Basta colocar o nome da Empresa, Organização ou Entidade, seu mês e ano de início e o mês e ano de término. Sempre das mais recente para as mais antigas. Coloque o nome do cargo ou responsabilidade. Escreva sobre a responsabilidade da área e a sua responsabilidade. Descreva projetos ou realizações relevantes e possíveis resultados, bem parecido com seu resumo, sempre colocando a atividade ou ação e seu resultado. Caso não tenha um resultado, coloque as ações. Escreva em forma de texto e na primeira pessoa.

O que não fazer: nada de se exibir também, foque nos resultados e mostre como isso é valioso 

7. Atividades extracurriculares

Intercâmbio, projeto acadêmico, iniciação científica ou serviço voluntário. Você fez intercâmbio, um serviço voluntário ou algo que citei aqui? Então é aqui que você coloca. Simples e objetivo, nada de contar também muitos detalhes. Exemplo: Projeto de Voluntariado – Nome da instituição – (Mês e ano de início) (Mês e ano de término). E se for um projeto acadêmico ou intercâmbio, coloque a descrição do projeto ou citar realização relevante. 

O que não fazer: Aqui é algo que tem que conectar com seu objetivo ou trajetória de carreira, então se seu serviço voluntário foi algo de um fim de semana e não te trouxe uma conexão com seus valores, faz sentido colocar?

8. Cursos complementares

Coloque os cursos que você tem aqui, e pode ser dessa forma: Nome do Curso, nível de conhecimento, Instituição  e ano (incluir novos cursos, mesmo em andamento), sempre do mais novo pro mais antigo. 

O que não fazer: Não coloque cursos que também não tem haver com seu objetivo, ou cursos antigos e que você não tem mais o nível de conhecimento desejado para o momento atual. Cuidado com muitos cursos, o menos é mais.

9. Idiomas e informática

Só adicione os que você também tem conhecimento atualizado, e descreva da seguinte maneira: Tipo de idioma – nível de proficiência (Básico, intermediário ou avançado) – Nome da instituição ou certificação – Ano de realização. Conhecimentos em programas de informática – nível de proficiência (Básico, intermediário ou avançado).

O que não fazer: Jamais minta seu nível de conhecimento em algum curso ou idioma, isso é péssimo, e também só coloque o que te conecta com seu objetivo. 

10. E a última dica é:

Foque sempre no seu objetivo, você pode ter 2 ou mais currículos, um para cada tipo de vaga, mas se você quer sua aprovação para ser trainee, é esse o caminho e boa sorte.

 

Por Taís Albuquerque, Mastercoach de Carreira e Consultora Seja Trainee.

Relacionados Posts

Próximo Post

Discutindo sobre isso post

Bem vindo de volta!

Entre em sua conta abaixo

Criar nova conta

Preencha o formulário abaixo para se cadastrar.

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.