O setor de açúcar e etanol une sustentabilidade a excelentes oportunidades de emprego

A indústria sucroenergética está em alta e a Adecoagro está em busca de Jovens Talentos que queiram ingressar na área.

Um estudo feito pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) revelou que o cultivo da cana-de-açúcar no Brasil impacta menos o meio ambiente do que se pensava com base em estudos internacionais que consideravam técnicas que já não se usam mais. A pesquisa  também permitiu identificar pontos que podem ser otimizados para um processo cada vez mais limpo e sem danos ao meio ambiente.

Há anos, o Brasil está na vanguarda da produção de cana-de-açúcar, sendo, atualmente, detentor de alta tecnologia de produção, tanto da matéria prima quanto de seus derivados.

Os subprodutos da cana-de açúcar podem ser reaproveitados não somente para a produção de etanol e açúcar, mas também para o bioplástico e eletricidades. Isso está de acordo com o desafio que o mundo enfrenta em relação a minimização da emissão de CO2, gás que contribui para o aumento do efeito estufa e as mudanças climáticas.

Sustentabilidade é um bom negócio

O etanol é um combustível renovável e, portanto, mais limpo e que emite uma quantidade inferior de gases poluentes em relação aos combustíveis fósseis. Além disso, é um combustível 100% brasileiro que está ligado à renda de mais de 2,3 milhões de trabalhadores que se beneficiam direta ou indiretamente da cadeia da cana-de-açúcar.

A produção do etanol e bioeletricidade cria valor econômico, social e ambiental. Neste contexto, a AdecoAgro cultiva a cana-de-açúcar no Mato Grosso do Sul e Minas Gerais, que são locais onde a qualidade do solo permite obter um alto rendimento com custo reduzido de produção.

O processamento da cana-de-açúcar permite obter açúcar, etanol e também a geração da bioeletricidade a partir do bagaço, que é um subproduto do processo de moagem.

Todos os resíduos da indústria são reaproveitados, como a vinhaça e a torta de filtro, que retornam ao campo como biofertilizantes.

A cana-de-açúcar consegue ser aproveitada para a alimentação, produção do etanol, geração de energia e também para fertilizantes.
A cana-de-açúcar consegue ser aproveitada para a alimentação, produção do etanol, geração de energia e também para fertilizantes.

Reforçando o compromisso com a sustentabilidade do setor sucroenergético, a Adecoagro comercializa etanol hidratado e anidro para as principais distribuidoras do Brasil. O etanol orgânico permite a redução da dependência energética de combustíveis fósseis.

A empresa também está no mercado com açúcar, nas variedades cristal, orgânico, demerara e VHP.

As usinas da Adecoagro estão qualificadas entre as 12 primeiras do RenovaBio, que reconhece a eficiência ambiental do álcool da cana-de-açúcar. A partir do RenovaBio a empresa vende Créditos de Carbono (CBIOs) ao mercado local.

O trabalho com a cana-de açúcar cria valor nas comunidades onde as usinas e indústrias estão instaladas a partir de geração de empregos indiretos e desenvolvimento econômico. A empresa tem um forte compromisso social com a promoção de desenvolvimento local das comunidades que possui atuação e gera oportunidades educativas e ações de prevenção da violência.

Jovens Talentos Adecoagro está com inscrições abertas

Jovens Talentos AdecoAgro.

O setor sucroenergético contribui para dois dos principais desafios da humanidade que são: a questão alimentar e a necessidade de fontes de energia renováveis e que causem menor impacto ao meio ambiente.

Já imaginou fazer parte da solução para os grandes desafios deste setor? A Adecoagro está com vagas abertas para seu Programa de Jovens Talentos, que oferece estrutura de desenvolvimento e competências a partir de mentorias, workshops, avaliações e muito mais. As inscrições podem ser feitas até o dia 27 de junho.

As vagas são nas áreas Agrícola, Indústria e Administrativa. O Trainee pode trabalhar no Mato Grosso do Sul, nas Usinas Angélica e Ivinhema e Minas Gerais, para a Usina Monte Alegre.

Para participar é preciso ter formação superior, nível bacharelado, concluída entre dezembro/2018 e dezembro/2020.

Os cursos requisitados para as áreas agrícola e indústria são: Engenharia Agrícola; Engenharia Agronômica; Engenharia de Alimentos; Engenharia de Controle e Automação; Engenharia Elétrica; Engenharia Eletrônica; Engenharia de Instrumentação, Automação e Robótica; Engenharia de Manutenção; Engenharia Mecânica; Engenharia Mecatrônica; Engenharia de Processos; Engenharia de Produção Mecânica; Engenheiro de Telecomunicações; Engenharia Química. Já para a área administrativa, pede-se formação em: Economia, Estatística, Física ou Matemática.

O processo seletivo é composto por testes online, Game Repense, Dinâmica de Grupo, Entrevista e Painel com a presença dos gestores.

INSCREVA-SE ATÉ O DIA 27 DE JUNHO

 

 

Relacionados Posts

Próximo Post

Discutindo sobre isso post

Bem vindo de volta!

Entre em sua conta abaixo

Criar nova conta

Preencha o formulário abaixo para se cadastrar.

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Adicionar nova lista de reprodução