Trainee Johnson & Johnson – Diário do Candidato

Curta e compartilhe nosso conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •   

Lucas Baccarin, participou de diversos processos seletivos de trainee. Agora, aprovado como trainee Johnson & Johnson, Lucas veio compartilhar suas percepções e aprendizados sobre os processos de trainee.

Um pouco sobre o Lucas

Me formei em janeiro de 2015 em Engenharia Mecânica pela Unicamp, mas mesmo antes disso já estava prestando os processos seletivos de programas de trainee. 

De início prestei vários deles, 29 processos no total. A ideia era testar as habilidades que eu vinha desenvolvendo há um ano e meio, além de aprender mais sobre as empresas e o mercado de trabalho e, acabei por ser aprovado no trainee  johnson & johnson.

Sobre alcançar o sonho do Trainee

Acredito que o meu diferencial foi tentar aprender com cada processo, buscando aprimorar meu autoconhecimento. 

Alguns dos processos em que não fui aprovado me ensinaram lições valiosas sobre mim mesmo e o mercado de trabalho. As etapas presenciais variam muito entre empresas, por isso discordo quando dizem que há um só perfil para o candidato aprovado. Se esse fosse o caso, creio que não teria sido aprovado em empresas tão diferentes. 

Acredito que força de vontade e a capacidade de se adaptar com rapidez te aproximam de ser o candidato ideal.

O trainee deve ser, acima de tudo, uma pessoa que aprende e se adapta rapidamente às mudanças. 

Escolhi ser trainee porque quero que meu trabalho impacte o máximo de vidas e da melhor maneira possível. É dessa maneira que medirei meu sucesso.

Quando era candidato, sempre tentava pensar somente na etapa em que estava participando naquele momento, fosse uma etapa online ou presencial. Fiz isso para todos os processos, inclusive para o trainee johnson & johnson Não pensava no tanto de candidatos por vaga e me desligava completamente depois que aquela etapa acabava, não era fácil, mas isso me ajudou muito.

Chegando nas etapas presenciais, tentava mostrar o meu melhor. Para passar daquela etapa eu precisava que minhas qualidades estivessem tão claras a ponto de que falassem por mim.

As vezes pode parecer difícil ser o primeiro a falar na dinâmica de grupo, a fazer uma apresentação pessoal sem usar slides ou mesmo não se sentir inferior aos vários candidatos com currículos impecáveis. Mas cada um tem um valor único, resta reconhecê­-lo e desenvolvê­-lo, confiante de que se você̂ quiser, pode chegar onde quiser.


Curta e compartilhe nosso conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •   

Leave a Comment