Thaís entendeu qual era seu principal valor e foi aprovada no Trainee BRF

Ela conta também como a preparação individual da Seja Trainee foi essencial para descobrir esses pontos.

Thaís Santana, 25 anos, graduada em Engenharia de Produção,  foi aprovada no Trainee BRF para a área industrial após 2 anos tentando.

Ela ouviu falar sobre Trainee pela primeira vez no terceiro ano da faculdade, quando participou de um evento que contou com a participação do Luís Abdalla, CEO da Seja Trainee. Procurando por vagas de estágios, Thaís sempre achou materiais sobre Trainee e, ao conseguir um estágio, logo descobriu que queria ser Trainee. Ao final do ano de estágio, em 2020, começou a prestar os processos.

O que estava faltando na preparação para conseguir uma vaga de Trainee

Quando começou a prestar os Programas, por mais que se esforçasse, Thaís não avançava para as etapas de dinâmica e percebeu que faltava preparação. Por este motivo, ela começou a ficar bastante frustrada e pensou até em desistir.

Contudo, para mudar esse panorama, ela, que já conhecia os materiais gratuitos disponibilizados pela Seja Trainee, buscou uma melhor preparação para a aprovação. 

A Cursoria foi o início da trajetória de mostrar onde seria preciso focar mais para uma preparação mais profunda. Por isso, após a finalização da Cursoria, ela partiu para a preparação individual.

Durante o processo de mentoria individual, Thaís ressaltou que as reuniões de autoconhecimento foram essenciais, em especial a de valores, pois nesse momento ela se deu conta que seu principal valor é a felicidade.

Aprofundar-se no autoconhecimento é essencial para estruturar o que você quer falar na apresentação pessoal e como relacionar a experiência com o que faz sentido para cada empresa.

Conheça a preparação da Seja Trainee

Acompanhe a abertura de turmas da Cursoria

As diferenças nos processos seletivos após a preparação da Seja

Após investir em sua preparação, Thaís começou a ser aprovada nas dinâmicas. Com essas aprovações, vieram os sentimentos de medo e insegurança, já que por nunca ter sido aprovada, ela não sabia o que acontecia nas etapas finais dos Programas Trainees. Avançar nas etapas deu um ânimo grande para continuar, pois foi um sinal de que a preparação estava no caminho certo.

Em dois anos, Thaís participou de vários processos, pois no início não tinha maturidade para identificar os processos que faziam sentido para sua carreira. Com o tempo, foi filtrando os processos para empresas que realmente davam match com os seus desejos de carreira, até que foi aprovada na BRF.

O recado que Thaís deixa para quem está tentando a aprovação em Programas Trainee é fazer uma reflexão se a jornada de fato faz sentido. Se há vontade de continuar tentando, se a vontade vem de dentro, você não deve desistir.

Assista o vídeo completo:



Relacionados Posts

Próximo Post

Bem vindo de volta!

Entre em sua conta abaixo

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Adicionar nova lista de reprodução