5 lições da copa para a sua carreira

5 lições da copa para a sua carreira
Curta e compartilhe nosso conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •   

Teve música no metrô, teve hino estendido, memes e agora vai ter 5 lições direto da Copa para a sua carreira! =)

Da copa para a sua carreira: 5 lições aprendidas com a seleção brasileira

A Copa está chegando ao fim e vai deixar MUITA SAUDADE!

É incrível como mesmo quem não sabe nada de futebol, acaba se envolvendo, né?!

Mas além de se divertir, juntar a galera, discutir sobre os jogos, participar do bolão e sofrer junto com a seleção brasileira, a copa tem MUITO MAIS para te ensinar!

Reunimos as 5 lições da Copa 2018 para a sua carreira. Será que você concorda?!

Lição 1: Energia é TUDO!

Vira e mexe, os jogadores dão entrevista e contam que a força da torcida faz a diferença. E não sei vocês, mas nessa Copa a torcida foi especial!

Teve música no metrô Russo, teve plantão em frente ao hotel dos jogadores. Teve música nova e muita criatividade brasileira, teve hino estendido, teve memes, teve muito grito de “Vai Brasil” e MUUUUITO apoio até quando as coisas não deram certo.

Isso prova que energia conta e MUITO!

O que isso pode te ensinar para a sua carreira?! Toda vez que você participar de um processo seletivo e desanimação for mais forte do que o resto, então talvez você esteja jogando o jogo errado.

A energia te dá força para se preparar, para se concentrar, para dar o seu melhor! E acredite: o avaliador enxerga de longe o candidato motivado e o desmotivado!

 

Lição 2: Qualquer seleção pode ganhar a Copa

Quem diria que a Coreia do Sul ganharia da Alemanha?! Ou então que a Rússia iria tão longe?!

A seleções que tem talento e se preparam, vão muito longe e são candidatas a ficar com a taça!

O que isso tem a ver com a sua carreira?

De vez em quando a gente tem essa mania de se comparar com outros candidatos: “ele tem intercâmbio e eu não”, “as experiências dele são mais interessantes do que as minhas”.

Mas no final das contas, o que vale é o como você se mostra ao longo do processo seletivo:

  • Como enxerga seu potencial;
  • Como enxerga suas conquistas;
  • Como age frente aos desafios do processo seletivo;
  • Como enxerga a vaga e seu futuro profissional;

Não adianta contar com a sorte no campo. A seleção precisa treinar jogadas, passes e chutes a gol incontáveis vezes. Por que com você seria diferente? Prepare-se para ter chances reais de ser aprovado!

Lição 3: Sem direcionamento, fica difícil criar uma estratégia!

Sabe aquela sensação horrível de estar participando de um processo seletivo e não ter ideia de como agir, falar, quais decisões tomar? O famoso “o que eu estou fazendo aqui??”

Pois é, isso sempre acontece quando estamos “no escuro”, sem saber o que aquela oportunidade tem de sinergia com o candidato… Isso prova que direcionamento é tudo!

A mesma coisa acontece com a seleção. O jogo pode ser fechado ou aberto, a distribuição, estratégia, jogadas e posição dos jogadores mudam o jogo.

Na copa do mundo, uma das principais figuras responsáveis pelo direcionamento é o técnico. Não à toa, seleções que tiveram problema com seus técnicos, como Espanha e Argentina, se atrapalharam um pouco no meio do caminho e a falta de planejamento acabou refletindo no campo.

Procure entender o que você quer para sua carreira. Só assim é possível construir uma estratégia que funcione para alcançar seu objetivo!

Lição 4: Um único jogador não faz milagre!

Muitos times contavam com um craque só. Foi o caso do Egito, que contava com o atacante Salah ou então a seleção portuguesa que apostou suas fichas no melhor jogador do mundo, Cristiano Ronaldo.

E se tem uma coisa que a copa ensinou, é que um único jogador não faz vitória. Mas um grupo de jogadores em sintonia, sim!

E isso tem tudo a ver com a dinâmica de grupo.

Procure levar o seu melhor para o grupo. Participe de acordo com seu perfil e talentos, mas dê condições para que outras pessoas também possam participar. Afinal, somar conhecimentos e competências só faz o time crescer!

Lição 5: Perder é frustrante

Perder nunca é legal, mas uma coisa temos que admitir: faz pensar, refletir e nos obriga a nos prepararmos MAIS!

Assim também acontece com os processos seletivos: toda vez que você receber um “não”, busque entender: A minha reprovação indica que faltou preparação ou que a empresa estava buscando outro tipo de candidato?

Você pode ter levado um “não” agora, mas quem sabe você não é aprovado no próximo processo seletivo que participar?

O importante é não deixar a frustração esconder seus talentos e potencial!


Curta e compartilhe nosso conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •   
Comente