O que são e para que servem as Universidades Corporativas?

Curta e compartilhe nosso conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •   

O que são e para que servem as Universidades Corporativas?

Todo mundo já ouviu falar: a evolução tecnológica acontece em um ritmo exponencial, cada vez mais rápido.

Conceitos e processos se transformam em um curto espaço de tempo e, claro, os profissionais de hoje têm de se adaptar a essa dinâmica.

Convencidas disso, muitas empresas começaram a investir no desenvolvimento desse capital humano para acompanharem as mudanças de mercado. Assim surgiram as “universidades corporativas”.

Elas são instituições de ensino superior voltadas a qualificar colaboradores em consonância com as estratégias das organizações, ou seja, voltadas à formação que possam preencher lacunas nos processos produtivos e com foco no cumprimento de metas.

As universidades corporativas surgiram na década de 1950 nos Estados Unidos.

No início dos anos 1990 emergiram no Brasil e, de lá para cá, o número de empresas com este tipo de projeto educacional cresceu razoavelmente, chegando a aproximadamente cem instituições.

As companhias que mais investem nesse tipo de educação são Natura, Coca-Cola, Sadia, Accor, entre outras.

Que tipo de organização investe em universidade corporativa?

As grandes empresas decidem pela abertura dos centros de ensino em busca de um desenvolvimento completo dos seus colaboradores.

Eles são custeados pelas companhias apenas para colaboradores ligados a ela (há algumas exceções em que empresas abrem seus cursos ao público externo e para fornecedores e parceiros).

O sistema de ensino é focado ao desenvolvimento de habilidades voltadas à organização. Há muitas vantagens para as empresas em montar uma universidade corporativa.

Essas instituições motivam seus colaboradores a se prepararem melhor para o ambiente corporativo e, com isso, há melhora significativa da qualidade do trabalho.

Um profissional bem qualificado em sua área coopera para atingir os resultados planejados.

A universidade corporativa tem como objetivos preparar os colaboradores para trabalhar com novas técnicas, atualizar práticas de trabalhos ou criar projetos que possam ser implantados dentro da empresa.

Além de obterem conhecimento técnico, os funcionários serão preparados para suas funções alinhados à missão da companhia, aos objetivos do negócio.

Como a universidade corporativa contribui para a carreira profissional?

As Universidades Corporativas são muito importantes para o desenvolvimento dos jovens profissionais quando eles entram nas empresas.

Se a companhia tiver esse tipo de programa, o jovem deve agarrar a oportunidade o quanto antes.

Nelas, o funcionário tem a chance de aprender a analisar situações cotidianas do ramo em que trabalha; consegue explicações sobre o que ainda não compreende; desenvolve liderança; passa a ter conhecimentos abrangentes do negócio, ou seja, conhece as implicações econômicas e estratégicas que envolvem a gestão da empresa em nível global.

Esse tipo de instituição possibilita aumentar a qualificação profissional, porque, apesar de não ser uma instituição que elabora um certificado reconhecido oficialmente, o mercado dá grande valor à preparação.

Portanto, é um diferencial competitivo.

Workshops, programas de imersão e palestras fazem parte do universo de ferramentas utilizadas no programa de treinamento.

Além disso, o colaborador participa de programas de desenvolvimento, projetos de comunicação interna e endomarketing, projetos socioambientais, aprende a se relacionar com parceiros e clientes, além da formação técnico-comportamental.

Enfim, se você é um jovem em início de carreira e conseguiu uma vaga numa empresa que fornece um programa de educação como a universidade Corporativa, não tenha dúvidas: você só tem a ganhar quando participa deste tipo de programa.

É uma ótima oportunidade de crescimento profissional e para adquirir experiência.

Você já participou de algum programa em universidade corporativa? Compartilhe suas experiências conosco!


Curta e compartilhe nosso conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •   

Leave a Comment