3 dicas para se inscrever em trainees

currículo ou competencias
Curta e compartilhe nosso conteúdo

Parece estranho pensar em uma estratégia para se inscrever nos processos, né?

Mas esse é o primeiro passo para mergulhar no mundo dos processos seletivo. Avançar no processo (sendo aprovado ou não), o nível de desgaste que você terá, vai depender das escolhas que você fez lá no início.

Por isso separamos algumas dicas para você:

1. Como está sua rotina?

Se inscrever em 5 ou 35 empresas é uma escolha sua. Mas vale pensar na sua realidade de hoje: quão disponível você está? Está estudando? Está trabalhando? Teria que sair do trabalho para participar de dinâmicas? Remanejar seus compromissos para dar conta dos processos?

Normalmente, uma atividade de dinâmica leva em torno de 6 horas para ser realizada.

Multiplique esse tempo pelo número de processos no qual está participando. Em seguida, some o tempo gasto para o painel de negócios e entrevistas.

Inscrever-se no processo é o primeiro passo para fases que exigem mais tempo de você.

2. Processo seletivo é um investimento…

…De tempo e, muitas vezes, de dinheiro.

As fases iniciais são aquelas mais “fáceis” de participar, isso porque são mais acessíveis e você não investe tanto tempo ou dinheiro. Ou às vezes não percebe quanto tempo gasta nas inscrições.

Mas a questão é: muitas dinâmicas de grupo são em outros estados, exigem deslocamento e tempo. Será que todo processo seletivo merece mexer no seu bolso?

3. Um processo, uma realidade

Nossa tendência é achar que processo seletivo é tudo igual, né? Mas não é bem assim… Apesar de uma estrutura parecida, cada processo é pensado para uma realidade – ou seja, nem sempre parece isso, mas cada processo seletivo é criado pensando na cultura corporativa das empresas. Por isso, vale a pena tomar um tempo maior para se preparar.

Não basta estar presente, mas é preciso realmente se conectar com o propósito da empresa para se destacar.


Curta e compartilhe nosso conteúdo

Leave a Comment